segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Pronta Entrega ou Sob Medida?

Há mais de 25 anos trabalho com figurinos de dança. Enfrentei e ainda enfrento a ignorância de meus contratantes quando o assunto é prazo e satisfação por não conhecerem aquilo que relatarei abaixo. De alguns anos pra cá, confecções amigas surgiram e a maioria trabalha com figurinos prontos e diversas  coleções sugeridas segundo aquilo que o mercado textil oferece. Compram a peça de tecido inteira. Cada peça fechada costuma ter uns 80 a 100 metros de tecido. E pode até ser peça única; o que pode dar um ar de exclusividade na produção de uma coleção. Poucas trabalham com alfaiataria ou com figurinos sob medida. Como decidir o que empregarei no meu espetáculo? Com quanto tempo devo pensar nisso? Quero exclusividade ou coleção pronta? O quanto estou disposto a investir? O quê é o correto a fazer?

Estas deveriam ser perguntas a serem respondidas na hora de pensar nos figurinos.

Qualquer roupa de "pronta entrega" deve ser entendida como diz o nome, pronta para usar sem muitas opções de escolhas a não ser cores, estamparias e modelos. São roupas confeccionadas previamente com medidas pré estabelecidas pelo comércio de roupas. São os famosos P, M, G, GG  e etc que fazem parte das medidas ditas "padrão". E os ajustes costumam ser cobrados por fora quando a confecção ou loja dispõe deste serviço . Algumas lojas até oferecem alguns ajustes básicos como bainha em função do comprimento. Mas na maioria das vezes apenas tem direito a troca por outro tamanho para adequar a roupa ao seu corpo. Nada mais que isso. Por esta razão o preço é bem acessível.

Uma das diversas tabelas
na confecção de
Pronta Entrega

A facilidade deste tipo de roupa é que basta ter sua simpatia pelos modelos prontos e que você acha se enquadrar no seu trabalho para ilustrar e complementar sua dança de acordo com aquilo que ela representa. A maior vantagem deste tipo de roupa é o ganho no tempo; mesmo que seu show se pareça com o de outros grupos e academias por conta do uso de mesmos modelos. É o preço a se pagar se isso não lhe incomoda.

A roupa sob medida costuma ser mais cara e leva muito mais tempo para a confecção porque o processo deve levar em conta estes dados:
1) escolha dos modelos em função da dança a ser representada e se serão iguais ou diferentes entre si
2) escolha da confecção para estudar preços e tempo de serviço
3) em função dos modelos escolhidos, estudar cores, estampas e os tecidos disponíveis pra isso.
4) retirada de medidas e confecção de moldes personalisados (isso é o que mais encarece por não passar pelo processo dos tamanhos convencionais do pronta entrega)
5) corte, montagem e 1a prova (normalmente é só o esqueleto da roupa ainda muito crua)
6) 2a prova com os ajustes da 1a prova para montá-la quase toda
7) 3a prova com a roupa quase toda pronta para certificar medidas e ajustes antes de colocar os acabamentos e fazer as últimas alterações
8) prova da roupa pronta para ver se não há mais ajustes
9) entrega da produção

Produção Sob Medida levará
em consideração as
particularidades de cada corpo

O serviço sob medida leva de 4 a 5 vezes mais tempo do que o habitual. Necessita-se pensar nele de 4 a 5 meses antes para que o tempo hábil seja bem aproveitado e não se pule etapas. Ou seja, supomos que seu show seja em dezembro. No máximo e estourando o tempo você deverá começar ver seus figurinos, no prazo máximo, em agosto.

O que é difícil compreender pelos contratantes deste tipo de serviço é que, em se pulando alguma etapa acima incluindo o tempo para escolher, sempre terá um resultado insatisfatório porque ocorrerão naturalmente erros. Raríssimos são as vezes que se consegue resultado satisfatório abaixo deste prazo. E neles não deveria ser colocados a responsabilidade destes erros na confecção ou em quem os produz. Quando a leva de roupas ainda tem figurinos diversificados demais, precisa-se de uma equipe grandiosa para atender a demanda e isso aumenta o custo da produção. Este é o serviço mais caro para roupas, mas é o único capaz de dar sua assinatura pessoal em seus figurinos e deixá-los únicos e distantes da pronta entrega.

Se você quer um portfólio com os croquis, pague por essa exclusividade e os tenha para sempre só com você.

Embora a modelagem para dança, seja ela qual for, tenha suas peculiaridades que a difere da roupa convencional e de uso diário, um figurino sob medida pode ser comparado como comprar um vestido de noiva pronto ou fazer um que só você tenha. Por mais que se alugue um vestido, as lojas te darão direito, no mínimo e segundo o valor que se paga, a 2 provas para ajustes.

Existe a possibilidade de misturar uma modelagem pronta e fazer adaptações. De qualquer forma, como no vestido de noiva alugado, precisará da escolha do modelo, da prova da roupa, da 1a prova para ver resultado do ajuste, da 2a prova e da prova final dentro de um tempo hábil para isso.

Bem diferente da pronta entrega, não é mesmo?

Se vale a sugestão, pense bem antecipadamente em seus figurinos e a forma de tê-los (pronta entrega ou sob medida) para que não hajam falhas e a culpa não recaia na confecção ou na produção em caso de insatisfação com o resultado. Em caso de tempo curto, terá que abandonar suas idéias pessoais e ir para a  pronta entrega mesmo.

Pense nisso...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mantenha contatos comigo deixando aqui seus comentários e seus contatos.